2017

Yellow Savages Viagem a Italia Burano

O que torna o início de cada ano um momento especial é a sensação de um novo começo, como se todas as possibilidades estivessem em aberto e todos os sonhos e desejos se renovassem. Provavelmente chegaremos ao final do ano e veremos que a grande parte dos nossos desejos ou das nossas resoluções não foram cumpridas. Mas não é isso o mais importante. O que realmente importa é a capacidade de sonhar. De querer sempre mais. De termos vontade de nos tornarmos pessoas melhores e mais felizes.
Estes são os meus desejos e compromissos para 2017, aqueles que escrevi para mim mesma, mas que vocês podem “roubar” e ou deixarem-se inspirar. Vamos lá tornar 2017 num ano ma-ra-vi-lho-so!

Yellow Savages Viagem a Italia Burano

Em 2017 deixa o silêncio entrar e começa a meditar.
Acorda cedo e contempla o amanhecer, vezes e vezes sem conta.
Sorri a alguém no metro.
Pára para ouvir a chuva.
Enche a tua varanda de vegetais e ervas aromáticas plantadas por ti.
Cozinha de forma saudável.
Recicla mais e separa todo o lixo.
Passeia o cão do vizinho e juntos descubram recantos novos no bairro.
Oferece-te para cozinhar ou limpar a casa a quem teve bebé há pouco tempo.
Ensina a alguém uma coisa nova e deixa que essa pessoa te ensine outra a ti.
Oferece um chapéu de chuva a um estranho.
Grava o som de uma gargalhada de alguém especial e ouve-a sempre que precisares.
Canta o hit do momento no duche e dança a Macarena enquanto te vestes.
Mascara-te uma vez em Maio, Setembro ou Novembro… mas não no Carnaval.
Aprende a tocar ukelele.
Faz bolachas a mais e oferece-as aos teus vizinhos (depois do ponto anterior, eles merecem!)
Paga um bilhete de cinema aos que estão na fila atrás de ti, e quando te perguntarem porquê respondes: “porque ganhei o euro-milhões!”.

Yellow Savages Viagem a Italia Burano
Yellow Savages Viagem a Italia Burano

Oferece um gelado a uma criança.
Prepara mais pequenos almoços na cama à tua cara metade.
Visita todos os museus de Lisboa (aproveita que aos domingos de manhã são de borla!)
Reserva as quartas feiras para noites de pictionary com amigos.
Vê todos os filme do Hitchcock.
Oferece os teus telemóveis antigos que ainda funcionem a pessoas com mais de 60 anos.
Faz uma festa surpresa a alguém e contacta um amigo que já não vês há muito tempo.
Substitui uma sms por uma carta.
Esvazia a tua caixa de e-mails (tu consegues!!!!)
Elogia todos os dias. Elogia-te a ti também.
Mantém uma promessa.
Não te esqueças de ser feliz!!!

Yellow Savages Viagem a Italia Burano
Yellow Savages Viagem a Italia Burano

Burano, Veneza

Dolce far niente – Bienal

Yellow Savages Viagem Italia Veneza

Os últimos dias têm passado a correr com muitas fotografias para editar. Por isso, o relato da minha viagem a Itália foi ficando para trás. Não que eu não tenha muita vontade de vos mostrar as mil fotografias que por lá fiz. Como estas, da bienal de Veneza, um lugar verdadeiramente inspirador que me contagiou a fazer experiências com a luz e o espaço. E o que eu gosto de sítios assim!
Fiquem atentos porque ainda tenho muito para mostrar! Próxima paragem: Pádua e Bolonha.

Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza

Dolce far niente – Cores de Veneza

Yellow Savages Viagem Italia Veneza

Se pedissem para escolher uma imagem que definisse a “minha” Itália era certamente a de um casario colorido. Veneza, então, é pintada de cores absolutamente fantásticas. São cores quentes, onde o amarelo e o laranja dominam num contraste delicioso com o azul do céu e verde dos canais. E como se esta paleta não fosse por si só soberba, os italianos juntam-lhe flores nas varandas para tornar tudo ainda mais bonito!

Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza

Dolce far niente – Veneza

Yellow Savages Viagem Italia Veneza

Depois de uns dias bem calmos em Venafro estava na hora de partir à descoberta. Queríamos conhecer as três principais cidades italianas e muito mais.
Começámos por apanhar o comboio bem cedo para Nápoles e de lá fomos de avião para Veneza. Não sem antes explorar um pouco a cidade. Passámos pela Piazza del Plebiscito, entrámos na Biblioteca Nazionale Vittorio Emanuele III mesmo em frente, fomos à beira mar e vimos o vulcão Vesuvio lá ao longe. Devíamos ter almoçado na Da Michelle e comido um daqueles famosos gelados do Gay Odin, mas não houve tempo. Fica para a próxima!

A tardinha, chegámos a Veneza onde fomos recebidos pela Sandra com uma garrafa de prosecco fresquinha. Que maravilhosa receção!

Foi a segunda vez que estive em Veneza. Da primeira vez não houve muito tempo para a conhecer como deve de ser, e uma vez que era a primeira vez do J decidimos ficar 3 dias. Fomos aos pontos mais turísticos e aos recantos mais sossegados. Queríamos conhecer tudo. Passámos várias vezes na impressionante Piazza San Marco, entrámos na Basilica di San Marco, descansámos nos jardins do Palácio ali ao lado. Almoçámos no famoso take-away de massa Dal Moro’s e lambuzámo-nos (muito) com gelados.

Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza

Estava imenso calor. Por isso aproveitámos todas as sombras e os ares condicionados das lojas. Não que precisássemos deste pretexto para ver lojas incríveis como a original livraria Acqua Alta atulhada de livros. Aqui nem todos os livros são para venda, alguns são transformados em verdadeiros objetos de mobiliário. Antigas enciclopédias preenchem as paredes dos pátios ou tornam-se degraus numa espetacular escada para um miradouro. Há também gondolas, remos e manequins no meio da enxurrada de livros.

Os fins de tarde passaram-se lindamente no Campo Santa Margaherita, considerada atualmente uma zona trendy. Em alternativa fomos ver o por-do-sol na Punta della Dogana com vista privilegiada para a turística Veneza.

Não sei explicar, mas desta vez, a cidade pareceu-me mais bonita, mais alegre e vistosa. Talvez agora tenha ficado definitivamente rendida ao colorido das casas preenchidas de flores nas varandas. Mas isso fica para outro post…

Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza
Yellow Savages Viagem Italia Veneza