Cinco anos de Alice

yellowsavages-cats_alice5anos-1

Como já vos contei aqui, cá por casa os gatos também têm direito a festa de aniversário. Desta vez foi a vez da Alice que fez 5 anos.

Adotámo-la com 3 meses, na mesma altura que o seu irmão Tobias foi adotado pela mãe do J. Ela era pequena e assustadiça, mas hoje está bem crescida e corajosa. Adora ir para a varanda apanhar vento nos bigodes e beber a água da chuva. Passa a maior parte do tempo a dormir, desde que seja ao nosso lado. Adora roupa lavada e o seu brinquedo favorito é um rato de trapo azul.

Tal como nas festas anteriores, preparámos tudo a rigor: sopram-se as velas, canta-se os parabéns e… festa!

Yellow Savages Aniversário da Gata AliceYellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata AliceYellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice
Yellow Savages Aniversário da Gata Alice

Parece-me que ela gostou do seu “bolo” especial e nós também adoramos o nosso bolo para humanos!

Três anos de Serafim

Yellow Savages Gato Amarelo Serafim

Foi no início deste mês que o gato Serafim fez anos – 3 aninhos que passaram a correr. Adotámo-lo com 3 meses, era bem pequeno (cabia numa mão) e tinha uma orelhas muito grandes. Sempre foi um espevitado. Se há ação cá em casa, é certo que o Serafim está lá no meio, porque saltar, correr e brincar sempre foram as atividades que mais gosta, ao contrário da irmã Alice que prefere dormir.

Adora mimo, que lhe esfreguem o pelo e deem beijinhos. Derrete-se quando falamos com ele com voz de bebé e responde-nos com miados constantes. Reclama bem alto quando paramos as festas no pelo ou quando tem fome, porque é um glutão (já está maior que a Alice que é mais velha).

Assim, porque gostamos é de festas, comemoramos sempre os aniversários dos nossos gatos. Regra geral há bolo para os humanos, “bolinho” para os felinos, canta-se os “parabéns” e sopram-se as velas. Sim, se calhar somos um pouco tolos ao fazê-lo, mas eles ficam bem felizes ao ver o “bolinho” deles. Já não consigo imaginar a minha vida sem estes dois, e chegar a casa e ter o Serafim à porta é a melhor coisa do mundo, por isso faz sentido para nós, comemorar estes momentos.

Yellow Savages Gato Amarelo SerafimYellow Savages Gato Amarelo Serafim
Yellow Savages Gato Amarelo Serafim
Yellow Savages Gato Amarelo Serafim
Yellow Savages Gato Amarelo Serafim
Yellow Savages Gato Amarelo Serafim
Yellow Savages Gato Amarelo Serafim
Yellow Savages Gato Amarelo Serafim

Casa é onde a tua história começa

home-1

Somos o que nos rodeia e o que me rodeia são umas paredes brancas, muita luz, plantas e cor. Uma casa onde vivem dois selvagens de quatro patas e dois de duas.

Quando se abre a porta o gato Serafim está à espreita. (Sim, cá em casa gostamos de dar nomes de pessoas aos gatos.) Serafim é amarelo como um tigre. Tem dentes afiados como um tubarão, sempre prontos a dar um dentadinha. Olhos grandes de um verde intenso que nos arrebatam e nos fazem ceder a todos os seus caprichos.

Só depois aparece a gata Alice. A Alice é tímida, e por isso, quando entram humanos ela esgueira-se para debaixo do sofá. Mas não se enganem, a doce Alice equilibra o medo com a meiguice. Dizemos, em tom de brincadeira, que é uma princesa de pantufas de brancas.

E há o João. Tão alto que é o único que chega às últimas prateleiras dos armários da cozinha. Gosta de coisas de miúdo como robots, dinossauros em PVC, jogos de computador e livros ilustrados. Colecciona discos de vinil de onde saem sons dos anos 70/80’s mas também os que acabaram de sair. O João adora recuperar móveis antigos, daqueles que parecem ter saído de um filme a preto e branco. E, trata por tu tudo o que é aparelho electrónico.

É nesta casa, a nossa selva, que nos juntamos e deixamos a imaginação à solta. E, todos juntos, fazemos coisas bonitas.

Venham daí comigo, bebam um chá e sintam-se em casa.

home-2 home-3 home-5home-11home-7home-6home-4